Fajã da Caldeira do Santo Cristo

Pico da Vara - São Miguel PRC07 SMI

video:
Conditioned AccessO acesso ao trilho está condicionado. Por favor preencha o seguinte formulário para obter a sua autorização.

Trail Info

ALERTA: Na sequência de trabalhos de operação florestal e trabalhos de conservação da natureza, o único acesso autorizado para a subida ao Pico da Vara é o troço Santo António Nordestinho – Pico da Vara (ida e volta), sendo que os troços da Algarvia e dos Graminhais estão atualmente interditos à circulação por questões de segurança. 

O percurso desenvolve-se ao longo da Área Protegida para a Gestão de Habitats e Espécies da Tronqueira e Planalto dos Graminhais, Reserva Natural do Pico da Vara e perímetro florestal público da ilha de São Miguel, permitindo aceder ao Pico da Vara, o ponto mais alto da ilha, com 1103 metros de altitude.

Tem início junto à Casa do Guarda da Reserva Florestal da Atalhada, freguesia de Santo António Nordestinho. O pedestrianista deverá seguir a sinalética passando pela mata da Atalhada até chegar ao miradouro com vista para as freguesias de Santo António Nordestinho e Algarvia.

Na bifurcação deverá tomar o caminho à esquerda, ladeado por criptomérias (Cryptomeria japonica), em direção ao Pico da Vara. Estes caminhos serviam, no passado, de acesso a zonas de produção de carvão, maneio de gado e comércio entre as povoações do concelho do Nordeste e da Povoação.

Na bifurcação deverá tomar o caminho à esquerda em direção ao marco geodésico do Pico da Vara, onde poderá contemplar as amplas vistas sobre a caldeira da Povoação (a Sul), o Planalto dos Graminhais, a Caldeira do Vulcão das Furnas e a sua lagoa (a oeste) e a costa Norte com os maciços vulcânicos do Fogo e das Sete Cidades ao fundo. No regresso, deverá descer o trilho e virar à direita em direção à Casa de Guarda Florestal. É possível nestas zonas mais altas observar exemplares de vegetação endémica como o cedro-do-mato (Juniperus brevifolia), o azevinho (Ilex azorica), a urze (Erica azorica) e turfeiras compostas por Sphagnum sp., importantíssimas para a retenção de água. À medida que desce, a flora natural dá lugar às matas públicas de Criptoméria, cuja gestão a cargo da Direção Regional dos Recursos Florestais se encontra certificada FSC® (License Code FSC® C119744). O percurso acaba mais à frente junto à Casa de Guarda, onde é possível visitar o jardim de endémicas

Perfil

Informações

Categoria - Circular
Dificuldade - Difícil
Extensão - 7 km
Tempo Médio - 3h00
Classificação
Avaliar trilho
Classificação média: 3.66 / 5
Número de Classificações: 732
Downloads